Lavadeiras de Portugal - mulheres extraordinárias

Lavadeiras de Mafamude

Lavadeiras de Mafamude

(Cliché do distinto fotógrafo amador, do Porto, sr. Eduardo Paulo)
Ilustração Portugueza - 15 de Junho de 1914


As Lavadeiras em Portugal

As lavadeiras sempre desempenharam um papel importante na sociedade portuguesa ao longo dos séculos.

Elas eram mulheres responsáveis por lavar roupas, lençóis e outros tecidos, utilizando métodos tradicionais que exigiam conhecimentos, habilidade e força física.

Antigamente, as lavadeiras reuniam-se em pontos de água, como rios, riachos ou lavadouros públicos (comunitários), para realizar suas tarefas.

Elas usavam tábuas de pedra ou madeira, esfregavam as roupas com sabão e batiam para remover a sujidade. A técnica era conhecida como "bater a roupa" e requeria muito esforço físico.

Essas mulheres costumavam trabalhar em grupo, compartilhando histórias, risadas e até mesmo canções.

Eram momentos de sociabilidade, em que as lavadeiras se mantinham informadas sobre o que acontecia na comunidade e trocavam experiências e saberes.

Com o passar do tempo, o avanço tecnológico substituiu o trabalho manual das lavadeiras.

As máquinas de lavar roupa e a facilidade de acesso à água tratada tornaram o processo de lavagem de roupas mais eficiente e prático. Assim, o trabalho das lavadeiras foi gradualmente desaparecendo.

Atualmente, é difícil encontrar lavadeiras tradicionais em Portugal, mas a memória de suas vivências e do trabalho árduo que realizavam ainda se mantém viva.

Algumas têm tentado preservar essa tradição através de festivais e eventos que homenageiam as lavadeiras.

Apesar da evolução tecnológica e das mudanças na sociedade, as lavadeiras são lembradas como figuras importantes na história portuguesa.

O seu trabalho duro e a sua dedicação são um exemplo de resiliência e força feminina que contribuíram para a construção do país e a preservação da cultura local. (GPT)


Lavadeira de Vizela

A Lavadeira de Vizela

(Cliché do distinto amador fotográfico sr. Luiz Osmundo Toulson)
Ilustração Portugueza - 2 de Março de 1914


*****


"Mulher que lava a roupa caseira, sua ou alheia, em tanques, poços, rios, lavadouros. No princípio do século, eram muito frequentes as lavadeiras, que vinham a Lisboa buscar e trazer a roupa às freguesas.
Eram geralmente de Caneças e Loures e andavam com grandes trouxas à cabeça; tratavam-nas por saloias e vinham em grandes galeras, por exemplo até à Estalagem dos Camilos, na Rua do Amparo. Daí seguiam a pé para diferentes casas. 
A roupa distinguia-se por marcas que cada possuidora lhe punha: ou as iniciais ou as pequenas estrelas, flores, ilhós, bolas a cheio, etc.
A roupa pode ser lavada sem barrela ou com barrela." Ler+
 
 
Água tranquila - Lavadeiras num rio de Portugal

Água tranquila - Lavadeiras num rio de Portugal

(Cliché do distinto fotógrafo sr. Domingos Alvão)
Ilustração Portugueza - 22 de Junho de 1914
 
Lavadeira no Rio Leça

Lavadeira no Rio Leça

(Cliché Alvão, paisagista, Porto)
Ilustração Portugueza - 14 de Dezembro de 1914
 
Lavadeiras do Rio Mira (Odemira)

Lavadeiras do Rio Mira (Odemira)

Ilustração Portugueza - Novembro de 1913

Sugestões:

Mensagens populares deste blogue

Vestuário das Terceirenses - Manto e Capote

Costumes Lisboetas - A Peixeira / Varina

Pregões de Lisboa - As leiteiras

O Traje das Vindimadeiras no Douro

Casas Tradicionais Portuguesas - desenhos

A Capucha da Serra do Caramulo

Danças Populares e Tradicionais Portuguesas (2)

Uma mulher dos arredores do Porto | Trajes

Campinos do Ribatejo