A incorporação dos recrutas - Lisboa - 1912

«Portugal vai ter dentro em dias quarenta mil soldados nas fileiras e são esses mancebos de todas as classes sociais da sociedade os quais, pela nova lei do serviço militar obrigatório, devem fazer o seu exercício. Os de infantaria estarão apenas três meses nos quartéis; os de cavalaria cinco, os de artilharia seis assim como os de engenharia e deste modo, com muito menos tempo de serviço, teremos habilitados um maior número de soldados.

As ruas de Lisboa apresentaram o mais pitoresco dos aspectos com todos os rapazes dos arrabaldes que se apresentaram à inspecção no hospital da Estrela, preparando-se no quartel de infantaria 5, o primeiro que os recebe, grandes festas para a sua apresentação numa marca da grande fraternidade que deve começar a existir no exército a que em França - desde a lei do serviço militar para todos os cidadãos - chamam a Grande FamíliaIn Ilustração Portugueza – 22 de Janeiro de 1912





Os recrutas do Exército nas ruas de Lisboa em 1912
Ilustração Portugueza - 22.01.1912
(Clichés de Benoliel) 
É interessante verificarmos os trajos usados pelos mancebos, oriundos dos arrabaldes de Lisboa.
Para conhecer mais trajos, masculinos e femininos, clique aqui.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...